Artigo

Com vender em tempos de crise


Estamos atravessando um momento difícil para o comércio que não tem data para terminar. Alguns economistas e ‘experts’ em varejo são pessimistas nas análises, prevendo 2016 como o ano mais difícil para o setor. Isso é perfeitamente compreensível, uma vez que temos enfrentado queda do PIB, juros elevados e desemprego em alta. Com este cenário, a retomada do crescimento certamente ocorrerá de forma lenta e gradual.

 

Como ficamos diante disso? Vamos simplesmente lamentar e deixar a crise nos abater, ou vamos buscar alternativas para sermos diferentes e conquistarmos consumidores mais exigentes e ávidos por bons negócios?

 

A grande pergunta é: De que maneira podemos ser diferentes para ter sucesso em vendas? Comecemos analisando os tópicos abaixo para avaliar se questões de extrema importância no dia a dia não estão esquecidas e renegadas ao segundo plano:

 

  1. Cada vez mais, o empresário se esquece de preparar devidamente a equipe de vendas, não investindo em treinamentos e orientações técnicas sobre produtos e serviços. O vendedor é contratado em um dia e no outro lá está ele, à frente da loja para receber os clientes. Como vai ser a abordagem e o atendimento deste cliente? Não preciso nem mencionar.
  2. E por não estar preparada, a equipe de vendas não consegue dar um bom atendimento ao cliente, que ainda é o maior capital da empresa. Diante de um péssimo atendimento, os consumidores podem deixar de comprar, ainda que os preços e a qualidade dos produtos e/ou serviços o tenham agradado.
  3. Nunca o atendimento com qualidade esteve tão próximo do fechamento da venda como agora. Chamar o cliente pelo nome, ser cortez, atender de forma simples, porém buscando, sempre, satisfazer o desejo do cliente, é uma das maneiras mais assertivas  de se aproximar e atender às demandas do consumidor.
  4. Isso é tão natural que me causa estranheza quando vejo um vendedor que não coloca em prática os princípios básicos do bom atendimento, o que vai, com certeza, facilitar a fidelização dele para a próxima compra.

 

Ter uma equipe preparada, loja com bom ambiente, mercadorias bem expostas e precificadas vai, com certeza, nos destacar entre os concorrentes.

 

Ernizio Marcondes

marcondes@nivel10consultoria.com.br

Sócio da Nível 10 Consultoria Empresarial e consultor do Sebrae.

 



Publicado em 16/11/2015 17:01:59