Artigo

Custos Ocultos


Quando algo dá errado com empresas de grande porte a mídia se encarrega de divulgar e vira conhecimento geral. Quando as pequenas e médias empresas entram em colapso, acabam virando estatística e são analisadas pelo perfil e não pela sua situação individual.

 

Um dos fatores recorrentes é a falta de um planejamento adequado e, embora muito tenha se falado a respeito, parece que o simples fato de saber a causa não é suficiente para que realmente se tenha uma transformação voltada para eliminá-la.

 

Estamos falando dos “Custos Ocultos” que existem em todos os empreendimentos e a sua completa identificação e quantificação normalmente faz a diferença entre o sucesso e o fracasso.

 

Há um fator comportamental entre os empreendedores de pequeno e médio porte que normalmente penaliza seus planos de negócio: “o que eu não vejo não existe”. Via de regra, esses empreendedores estão tão motivados e carregados de desejos e expectativas sobre o sucesso daquilo que estão colocando em marcha, que fecham os olhos deliberadamente para todas as condições que são adversas ou inconvenientes ao projeto, normalmente rotulando essas condições como “inexistentes” ou “pouco significativas” ou até mesmo “quando essa condição se apresentar eu me viro”.

 

Por exemplo, empreendimentos focados apenas no capital inicial para os imobilizados, desprezando-se características de mercado, onde não está equacionada a captação dos clientes, seu perfil, sua localização. Assim, investe-se todo o capital na construção da empresa e, logo que ela começa, chega-se a conclusão que não consegue vender o que se produz.

 

Há também um grande número de empresas em que o foco é apenas o produto, onde a crença generalizada é de que somente a habilidade para se produzir algo com qualidade é suficiente. Atualmente, os produtos estão muito iguais, tanto em qualidade, quanto em preços, portanto, saber o que tem que ser feito para a sua colocação no mercado é fundamental.

 

Podem ser destacadas algumas condições do empreendimento em que há uma maior probabilidade de sucesso:

 

a.    O empreendedor já ter uma competência tão grande que tudo fica muito claro: os riscos, os custos envolvidos.

 

b.    O empreendedor ter um talento tão grande que ele já “sabe tudo a priori”.

 

c.    Como essas duas últimas condições não são exatamente o perfil que se encontra no empreendedor padrão, também pode ser contratado um serviço especializado que o auxilie na análise do seu projeto, seja lá ele qual for.

 

Imagine que você irá construir uma casa, contrata um mestre de obras e simplesmente solicita a ele que construa uma casa de 200 m². À medida que a obra vai ficando pronta, vai aparecendo tudo o que você não concorda, vai desmanchando e reconstruindo. No fim, se você não chegou a trocar tapas com o mestre de obras, ou você terá uma casa muito diferente do que imaginava ou certamente o dinheiro que foi gasto dará para construir duas delas.

 

Se esta mesma casa tivesse um projeto detalhado, onde tudo fosse exaustivamente discutido, certamente a visualização da obra pronta, quando ainda estava no projeto, fará com que a obra saia realmente do seu gosto e com um custo muito menor que na primeira alternativa. Um projeto normalmente fica entre 5 a 10 % do custo total da obra, e normalmente é negligenciado por grande parte de quem constrói.

 

A grande constatação é que a consequência de não saber exatamente todos os custos (e demais condições adversas) envolvidos, invariavelmente passa por:

 

a.    Perder dinheiro

 

b.    Perder muito dinheiro

 

c.    Quebrar

 

Concluindo, é muito mais fácil gerenciar uma empresa que nasceu direito do que conviver com erros que poderiam ser evitados com um planejamento inicial adequado.

 

Moacyr França Filho - moacyr@nivel10consultoria.com.br

Consultor e sócio da Nível 10 Consultoria Empresarial.

Formado em Engenharia Elétrica na Escola de Engenharia Mauá.

Pós em Engenharia de Segurança do Trabalho, USP.

Trabalhou como engenheiro na área petroquímica durante 25 anos.



Publicado em 23/01/2014 12:49:30