Notícias

Criatividade e inovação marcam ano 2015 na Nível 10


A exemplo do que recomenda para clientes e parceiros, a Nível 10 Consultoria Empresarial usou criatividade e inovação para enfrentar as dificuldades impostas pela desordem política, econômica e institucional que imperou em 2015. A empresa fecha o ano no azul, mas com outro modelo de negócio e produto novo em vista.  

 

Clientes novos foram conquistados, tanto em Blumenau quanto no Vale do Itajaí, parcerias de trabalho foram mantidas e uma gigante do setor de argamassa colante e rejuntes do País voltou a atuar com a empresa. A consultoria, desta vez, veio em outros moldes, gerando um novo produto que deve ser lançado em 2016.  “Trata-se de um ‘mapeamento de mercado’ através do qual os dados da empresa são criteriosamente avaliados e confrontados de modo a buscar um retrato fiel da atuação da empresa no mercado”, adianta o consultor Moacyr França Filho.

 

No campo do associativismo, a Nível 10 ampliou a atuação na Associação de Micro e Pequenas Empresas de Blumenau (Ampe), fortalecendo a parceria através do desenvolvimento de um treinamento em Vendas que atingiu alto grau de satisfação e outros dois trabalhos representativos para a entidade. De acordo com o consultor Ernizio Marcondes, os cursos e treinamentos continuarão na pauta de 2016. Marcondes destaca também a continuidade das consultorias e instrutorias feitas pelo Sebrae, com trabalhos desenvolvidos em várias cidades do Estado.

 

Gestão e comunicação

 

Sempre atenta às necessidades e principais dificuldades dos clientes, especialmente micro e pequenas empresas da região, a Nível 10 inovou mais uma vez no trabalho de comunicação, criando um personagem que responde com humor às principais dúvidas dos gestores de negócio. Niveldo, o Consultor, é um avatar que interage com o empresariado através de tirinhas publicadas no Informativo mensal da Ampe e nas redes sociais da Nível 10.  “Niveldo foi uma forma diferente que encontramos de dar dicas sobre gestão”, conta o consultor Jamir Booz, criador do personagem. 

 

Otimista, mas conscientes com relação a 2016, o consultor Moacyr França Filho alerta para a necessidade de manter a luz amarela acesa no ano que vem, priorizando planejamento e gestão de custos. “É preciso confiar no trabalho e no mercado, mas com cautela e visão analítica”, recomenda. 

 

Fonte: Assessoria N10

 

 

 

Publicado em 01/12/2015 11:48:36
Comentários ( 0 )
DEIXE SEU COMENTÁRIO: