Notícias

É possível crescer durante a crise


Há um ano, havia grande dúvida acerca do desempenho da economia em 2014 com as Eleições e a Copa do Mundo. Hoje, economistas e analistas são unânimes em dizer que o ano foi difícil – apesar de divergirem nos porquês desse cenário – e que 2015 será ainda mais, exigindo ajustes radicais que possam reestabelecer a confiança do investidor e do empresário. Essa é a visão macro da economia, mas e na sua empresa? Qual é a situação?

 

O faturamento aumentou, pelo menos, na mesma proporção que a inflação do período? E quanto à margem de lucro, como se comportou? Houve contratações ou criação de novos produtos ou praças? E como está a solvência do caixa?

 

Caso a resposta para todas essas perguntas soe negativa, é importante parar agora mesmo e analisar o que aconteceu, aonde houve falhas e que medidas podem ser tomadas para não repetir a dose no ano que vem. A boa notícia é que para tudo tem solução, e ela está na gestão. A má notícia é que você não pode culpar a economia nacional ou internacional, o mau desempenho do PIB e tampouco a Copa e as Eleições pelo seu insucesso.

 

De acordo com o consultor Moacyr França Filho, as pequenas empresas nem sempre precisam do aumento do PIB para crescer e melhora os indicadores. Quem trabalha com planejamento e fica de olho nas oportunidades do mercado pode avançar enquanto o País está em retração. Foi assim com a Ziann Jeans, de Presidente Nereu.

 

De acordo com a diretora-geral Elis Regina Comandoli May, a empresa vai fechar 2014 com crescimento de 30% devido ao aumento no número de representantes e área de atuação. O desempenho também se deve às novas metas para as lojas próprias e à participação em feiras de ponta de estoque para eliminar saldos.

 

Segundo Elias, a meta para 2015 também é arrojada. Apesar das previsões não serem otimistas, a Ziann espera um crescimento de 20% diante de melhorias internas implantadas, aprimoramento do processo produtivo e também ampliação e investimento na equipe de desenvolvimento de produto através de viagens de pesquisa, cursos e workshop.

 

Fonte: Assessoria N10

 

Publicado em 18/11/2014 21:54:37
Comentários ( 0 )
DEIXE SEU COMENTÁRIO: